O PODER DOS MEDIA

Reflectindo sobre a questão da influência dos media na sociedade, comentem a seguinte foto:

“Poder dos Media”, Fernando Figueiredo (in Olhares – Fotografia Online)

About these ads

~ por Inês Aroso em Outubro 22, 2008.

53 Respostas to “O PODER DOS MEDIA”

  1. Esta imagem mostra de uma maneira exagerada o poder que os media exercem sobre alguns membros da população. É como se os media fossem algo vital para a sua sobrevivência. Influênciam de tal maneira a vida das pessoas que em vez de nos controlar-mos os media são eles que condicionam a nossa vida, de tal forma que o espectador (da foto) está preso à cadeira.

  2. A foto transmite um conceito de obsessão televisiva, que cada vez mais atinge o individuo comum. Diariamente os média bombardeiam a sociedade com informações que podem levar a uma ruptura emocional e consequentemente social, pois torna-se dificil diferenciar o que é real do que não é tendo apenas por base as versões apresentadas pelos meios de comunicação. Eu acho que a foto retrata o quanto os média podem contribuir para a degradação dos individuos que tomam os média num sentido quase dogmático e que se tornam média-dependentes.

  3. Nesta foto, podemos observar como no mundo de hoje muitas pessoas, ficam “presas” à sua dependência em relação às novas tecnologias e aos meios de informação. Claro que nem todas as pessoas são influenciadas da mesma maneira. Mas outras ficam tão dependentes dos meios de comunicação que simplesmente deixam de socializar com o resto do mundo, até um ponto em que deixam de sair de casa porque acham que não precisam de sair à rua.

  4. Esta foto é alusiva ao controlo que os media exercem hoje em dia no ser humano e na sociedade em geral. Tal como a água têm um papel sufocante, tornando o ser humano sedentário, influenciando cada vez mais as ideias e mentalidades das pessoas.

  5. O que é fácil de constatar nesta imagem é o grande poder dos “media” e a sua exagerada influência na nossa sociedade. Os meios de comunicação influenciam-nos de tal forma a vários níveis: comportamental, psicologico, profissional, comercial, entre outros, que chegamos a um ponto em que ficamos completamente viciados neles. É tão notória a sua capacidade para levar populações inteiras do ridículo ao absurdo sem que elas se apercebam de tal coisa.
    Ou seja, os “media” são uma ferramenta fortíssima de controlo social que nos levam a caminhar progressivamente para uma sociedade cada vez mais “dominada” pelos grandes interesses.

    Lina Iria nº30298

  6. Através análise da foto podemos concluir que actualmente as pessoas estão cada vez mais obcecadas pelos media e acabam ficando dependentes. Com isso começam a tornar-se anti-sociais pois não conseguem viver sem eles. Cada vez mais os media controlam a vida das pessoas, isto é, muitas as pessoas vivem em função da informação que adquirem pelos media.

  7. Esta imagem traduz, exageradamente, o poder exercido pelos “media” na nossa sociedade. É como que uma necessidade à sobrevivência do Homem, fazer parte deste mundo. Sem nos apercebermos realmente do que está a acontecer, a verdade é que nos deixamos levar por essa influência e vivemos, quase que, dependentes desse novo mundo. Talvez ludibriados por todas essas características fortemente aplicadas no nosso quotidiano, sejamos, hoje, alvo da “dependência mediática”. Podendo assim, dilacerar os laços entre a comunidade e afastarmo-nos do meio social.

  8. A imagem representa de forma exagerada o poder que os media possuem no público. Hoje em dia a vida das pessoas dependem em muito dos media, quer para se manterem informadas, quer para se distrairem. Os media levam as pessoas a esquecerem-se que também existe vida social, o que as leva a estarem “fechadas” para com o resto da sociedade, e dependentes da televisão, jornais, revistas e outros tipos de media, para viverem o seu dia-a-dia.

  9. Esta imagem retrata o meio em que estamos inseridos e em que vivemos diariamente.
    Os media influênciam-nos e tornam-nos dependentes sem nós nos aperceber-mos de como somos controlados. Apesar da informação útil que os meios de comunicação nos fornecem, a nossa dependência deles vai além disso. Por eles é transmitido todo o tipo de publicidade e programas de entretenimento destinados a todas as idades, e apesar de cada qual pensar, agir e tomar decisões por si, a influência que é exercida sobre nós está presente nos nossos pensamentos, decisões e acções, tendo pouco ou muito impacto, tomando nós consciência disso ou não.
    Encontramos-nos numa sociedade consumista que se encontra controlada e dependente dos media.

  10. Atravéz desta foto podemos ver a influência que os “media” têm e continuam a ter cada vez mais na sociedade actual.Dentro disto podemos ter influências negativas mas também positivas.A verdade é que vivemos num meio totalmente consumista que muitas vezes não consegue diferenciar uma publicidade enganosa, em que o seu único objectivo é persuadir a comprar, de uma publicidade informativa.
    Vendo pelo lado positivo e apesar dos muitos aspectos negativos,os “media” e tudo o que englobam permitem-nos ter uma melhor informação de tudo o que se passa no mundo devido á sua rápida divulgação de noticias, como também criam oportunidades de trabalho, transmitindo também programas com temas pedagógicos.
    Penso que os vários meios de comunicação deviam ter como principal objectivo a formação dos jovens visto que é um dos temas mais abordados e focado, mas pouco contribuem para que esse objectivo seja alcançado.

  11. A imagem reflecte o mundo Globalizado em que vivemos, onde emerge o poder dos Media.
    Os apelos dos media influenciam a sociedade ao consumismo sem limites, como influenciam também a opinião pública com noticias bombásticas,(pode-se dizer que se quiserem conseguem manobrar a opinião publica no sentido mais conveniente…)

  12. Através desta imagem podemos constatar o quanto os media nos conseguem influenciar. Ficamos totalmente presos, viciados e obcecados que até se torna ridículo este poder de decisão exercido sobre nós. Estamos totalmente dependentes deles que não conseguimos pensar por nós próprios. Desta forma somos afectados a nível social e cultural, perdendo a noção das coisas.

  13. Os media partiram de um principio que era o de informar, mas acabaram por se transformar em algo de certa forma diferente.A imagem que nos apresentou mostra-nos exactamente isso. Os media transformaram-se numa obsessão que transforma os seres humanos ( os olhos esbugalhados e a cara obsessiva que a imagem nos transmite).
    Aqui é também focado o aprisionamento e a solidão que estes provocam em “nós” (o cinto, os cabos).
    Tornam-nos sedentários, ficamos mais tempo sentados, as cervejas e a cadeira onde o individuo está sentado são símbolos disto mesmo.
    A solidao é aqui representada, o sujeito encontra-se só e num local escuro cuja única fonte de luz e uma suposta televisão.
    Dá-nos a sensação de que os media sugam a essência humana, como ja disse, transformam os humanos ( o homem parece-nos horrorizado, é uma espécie de “homem-monstro”).
    Estes têm uma enorme quantidade de influência, de poder e de pressão que transmitem às pessoas e que as faz “obedecer”. Chegamos a definir isso como um “sufoco” ( tocamos neste assunto pelo facto de a imagem nos dar a sensação de que o homem se encontra debaixo de água).
    Os outros começam a perder importância e nota-se uma certa falta de comunicação (o telefone está desactivado). Tal como se existisse uma focalização nos media e que tudo o resto perca toda a sua essência, toda a sua importância.

  14. Os media ganharam uma grande influência nas pessoas, e estas já não conseguem viver sem eles e são ao mesmo tempo influenciadas pelas suas informações mesmo que estas sejam falsas.
    A foto mostra vários tipos de media e a forma do poder desta sobre as pessoas.
    Encontramos uma forma de media em todos os locais por onde nos deslocamos, estes tomam uma forte posição nas vidas quotidianas das pessoas.

  15. Esta imagem retrata o ser humano comum, começando nos adolescentes até aos idosos, podemos mesmo dizer que são sugados pelos media. Agora não se consome o que se quer mas sim o que nos dão, presente todos os dias e a todos os instantes, a vida é feita agora em torno deles.

  16. observando a imagem apresentada pode-se dizer e relatar a influencia que os media têm actualmente na sociade…sao uma das melhores formas de comunicação seja ela comunicação informativa, ou de lazer…nota-se atraves desta imagem que a sociedade moderna que acompanhou a evoluçao dos tempos ja nao vive sem os media; pois ja ninguem vive sem televisao, radio, computador ou mesmo sem os media tradicionais como jornais e revistas…pode-se quase dizer que os media fazem parte da sociedade como membros muito activos ou mesmo dizer que sem os media sociedade nao se sente completa apesar de que alguns media podem distabilizar a sociedade pois as pessoas que dela fazem parte tornam-se muito consumistas e pouco socias (pessoalmente,cara-cara)mas acho que se fosse feita uma sondagem sobre que “usa” os media ou nao, cerca de 97% diria que sim e os outros 3% seriam as pessoas que pouco ou nehum acesso têm aos media ou entao que nao acompanham a evoluçao…uma das coisas que os media provocam na sociedade é uma especie de influencia pois as pessoas tentam “emitar” o que vêm e isso acontece mais nos jovens…digamos que se assim podesse-mos falar, “sao os media que controlam a sociedade e nao a sociedade qe controla os media”…

  17. a imagem mostra a influencia que os media têm sobre algumas pessoas da sociedade. mostra uma pessoa que vive obcecada meios dos media, como isso fosse um meio de sobrevivencia e sem isso nao podesse viver, “os media são a máquina que o liga à vida”. esta imagem ilustra bem a influencia que os media têm sobre a maioria da populaçao e nao o contrario, sao os media que esercem poder sobre as pessoas e nao as pessoas sobre os media.

  18. Esta imagem demonstra-nos o poder que os media exercem nos nossos dias. Com todas estas novas formas de comunicação, o ser o humano acaba por se “esquecer” de como se vive. O ser humano está tão ligado aos media que acaba por não ter opinião própria, pois torna-se preguiçoso e vegetativo, uma vez que os media lhe transmitem quase toda a informação e subtilmente os seus pareceres acerca de determinadas questões. Assim acabamos por deixar de ter vontade de sair de casa para ir até uma biblioteca para pesquisar acerca de determinadas questões, acabando por apenas nos basearmos no que os media nos transmitem, que nem sempre está correcto.

  19. Nesta imagem podemos constatar a forte influência que os media têm na população. Aqui está reflectida a obceção que algumas pessoas têm em relação aos meios de comunicação (os olhos esbugalhados mostram isso), como se tornam dependentes deles e vivem a sua vida segundo as regras dos media.
    A imagem mostra, de uma forma exagerada, a necessidade que algumas pessoas têm de estar em contacto permanente com todos os meios de comunicação, acabando por ficar presos aos mesmos (como se pode ver na imagem, através do cinto) e como se não fossem capazes de sobreviver sem eles.
    Desta forma, podemos concluir que muitas pessoas vivem de acordo com as regras e crenças dos media, como se estes fossem “uma droga.”

  20. A foto aqui apresentada transmite a obcesão que as pessoas tem perante as as tecnologias que nos transmitem informação. Muitas vezes essa informação até pode estar errada mas como não estamos dentro do assunto que está a ser abordado, acreditamos e somos presuadidos com ela.
    A verdade é que os media são importantes na nossa vida porque também nos oferecem informação muito útil.

  21. A imagem transmite uma enorme alucinação, possessão, um enorme controlo que os media tem sobre a sociedade, principalmente sobre certas pessoas.
    Mais do que nunca os media têm uma enorme influência e controlo na nossa sociedade. Essa influencia e controlo, não só a nível ideológico como intelectual são muito acentuadas no poder que os media exerce.
    Os media são uma boa ferramenta de comunicação, mas como sabemos, os seres humanos, não são equilibrados, pelo menos uma grande parte dessa sociedade vive num mundo de extremos e o que esta imagem nos transmite, é precisamente o extremo do uso dos media. Mostra-nos um personagem amarrado a uma cadeira que “respira” media e so vive dessa informação.
    Um exagero não muito longe da realidade

  22. Esta imagem demonstra o poder persuasivo dos media e retrata uma dependência das pessoas em relação aos media.
    Os media exercem uma forte influência sobre as pessoas e na sociedade de consumo em que estamos inseridos, isso afecta a vida quotidiana das pessoas influenciando fortemente as suas decisões e opiniões.

  23. A imagem mostra a obsessão das pessoas pela informação. De hoje em dia e com a era digital, os medias estão presentes em todo lado e tornam o ser humano uma cobaia da informação. A era digital leva o Homem a esquecer o contacto humano porque tem tudo o que precisa num clique. Este excesso de informação pode levar a desinformação porque acumular um grande conteúdo de informações leva a que algumas sejam manipuladas ou falsas, por isso, tem que se escolher com cuidado e lucidez a informação que temos a disposição.

  24. Na foto podemos observar o poder dos media na actual sociedade,e o quanto dependentes nos somos deles(viciados). Eles são capazes de influenciarem o comportamento de sociedade, as pessoas esquecem-se que também existe vida social e ficam dependentes da televisão, jornais, revistas e outros tipos de media, para viverem o seu dia-a-dia.
    Por outro lado através dos media temos toda a informacao diponivel em qualquer momentos.

  25. A imagem dá-nos a perceber que os media têm uma grande forca, e como tal agarra-nos à cadeira. Esta a realidade do nossos dias de hoje.Isto tido leva nos ao consumo excessivo do mesmo e deixa mos quase de esquecer do mundo que nos é tão perto e que nos rodeia.

  26. A imagem transmite-nos a importância que os media conseguem ter hoje em dia,quase parece que nos prende nas informações e produtos que nos transmite diariamente, somos na sua essência uma sociedade consumista facilmente influenciada pela propaganda com que somos abordados diariamente. Mas não e só na publicidade que somos abordados, somos também reféns das noticias que nos chegam, e devido a sua importância levam-nos mudar de ideias e ideologias. Hoje em dia quem controlar os media, controla as massas e pode inclusive sobrepor-se a ideologias e pessoas e facilmente mudar governos.

  27. Esta fotografia reforça a ideia que vivemos numa sociedade totalmente consumista. Que somos dependentes dos media. Mas esta dependência é “nos obrigada”, pois damos de caras todos os dias com os variados tipos de media (televisão, revistas/jornais e rádios). Com este acesso fácil que existe a todos os tipo de media tornamo-nos viciados/dependentes deles. Por exemplo qual é a pessoa que depois de um dia cansativo de trabalho consegue chegar a casa e não ligar a TV ou o rádio? São raras as pessoas que conseguem. Na maior parte das vezes não tem necessidade de ligar. Este exemplo é uma óptima maneira de ver que os media são viciantes.
    O vício/dependência pelos media é o que está a ser retratado nesta fotografia, está bem visível o poder dos media, mas também toda a adaptação que existiu para continuar a consumir media.
    Entre alguns aspectos negativos dos media realça-se também aspectos positivos por exemplo a rápida divulgação das suas notícias.

  28. O que podemos observar na imagem acima, é que os media hoje em dia são uma espécie de “bem” essencial para o desenvolvimento da nossa cultura, com o qual já não podemos viver sem. E numa só imagem está transcrito todo o poder dos media, e demonstra o quanto somos dependentes e o quanto necessitamos dele para todos os dias estarmos informados, seja através da televisão, da inernet, dos jornais, da radio.

  29. Os média presentemente, possuem grande poder influenciador nos consumidores. Actualmente, quase todas as casas possuem para além de uma televisão, um computador ligado a internet. Desta forma, estamos constantemente em contacto com notícias do mundo. A imagem a cima, ilustra, de forma clara o poderio dos média actualmente. Estamos constantemente a receber conhecimentos, de vários tipos de meios de comunicação, de um rádio, de um computador ligado a internet, de uma televisão, etc. Por outro lado, transmite exagero, em relação ao que presentemente os media significam para nos. O exagero não é um equívoco, pois o autor pretende mostrar o nível que os media puderam atingir, se continuarem a evolução construída até aos dias de hoje. Torna-se difícil apercebemo-nos, que estamos sempre em interacção, devido a convivência com os media. Com tudo, apesar da extrema importância dos meios de comunicação, existem factores que poderiam ser melhores, na forma como a informação é exposta. Os meios de comunicação suscitaram dependência, por parte dos consumidores, mesmo que seja inconsciente. Isto, pode ser por um lado mau, mas por outro favorável. Pode induzir informação enganosa, como pode informar de forma correcta.
    Em suma, a imagem pretende unicamente, relembrar a todos que os media estão dentro do nosso mundo, que futuramente vão se ocupar de nos. Já são meios indispensáveis.

  30. A partir da imagem conseguimos perceber o peso dos media na sociedade actual, mas toda esta questão pode ser considerada como ambígua, se por um lado os media contribuem para que uma maioria tenha acesso à informação, à cultura e a formas de comunicação que de outro modo não poderiam conseguir, por outro lado, os media causam dependência e induzem a população a consumir determinados produtos, que esta eventualmente não necessita, através do poder de persuasão da publicidade, levam ao visionamento de formatos que abordam a condição humana de tal modo que levam o publico a ficar preso ao ecrã.
    Actualmente o ser humano acha-se imune a todo o tipo de problemas que o rodeiam, e acha-se senhor da sua própria vida, no entanto, encontra-se a ser controlado pelos media, a pensar e agir conforme aqueles que se encontram nos bastidores dos media.

  31. Através desta foto podemos tirar varias conclusões, de entre as quais a que esta mais saliente: somos/estamos dependentes dos média. O facto de a personagem estar super concentrada na TV e rodeada de objectos que permitem a troca de informação/conhecimento, permite-nos perceber o quão indispensáveis e o quão viciados somos.
    Hoje em dia e cada vez mais, os media influenciam a vida das pessoas assim como as suas decisões e crenças até. As pessoas são de tal forma “hipnotizadas” que por vezes esquecem a verdadeira razão do que estão a fazer.
    Mas nem tudo é negativo. Existem também vantagens como por exemplo a fácil troca de conhecimento e a divulgação de informação útil ao receptor.

  32. A foto em questão retrata um indivíduo completamente subjugado às forças sedutoras dos Média. Podemos reparar que os seus olhos encontram-se num estado de aparente hipnose, alheando-se de toda a realidade exterior e vivendo apenas em função do mundo virtual que lhe é agradavelmente transmitido. De salientar os tons de azul e cinza, predominantes em toda a foto, que reforçam uma ideia de frieza, inanimação, distanciamento e isolamento do Mundo Real. Para além deste indivíduo não existe outro ser vivo na foto.

  33. Esta foto é o expoente máximo da influência dos media na sociedade actual, embora ninguém negue a importancia dos media, a verdade é que de forma progressiva estamos a ser asfixiados por todos os aspectos negativos dos media como: publicidade excessiva, influencia de mentalidades e sedentarismo (as pessoas passam a viver num mundo virtual passando a sair menos de casa e diminuindo a sua interactividade com o mundo real)

  34. Esta imagem transmite a obsessão de algumas pessoas pelos media. Estes já fazem parte da rotina do dia-a-dia como uma fonte de informação inesgotável, que por muitas vezes nem é fiável, que acaba por nos tornar completamente dependentes deles.

    José Rego-30296
    Victor Martins-30316

  35. A imagem transmite-nos o grande poder de atracçao que possuem os media hoje em dia. Fazem parte do nosso quotidiano e inevitavelmente tamos rodeados de comunicaçao, que é o grande poder dos media na nossa sociedade. Assim corremos o risco de fikar totalmente dependentes deles, ou se nos isolarmos dos media corremos o risco de nos isolarmos da sociedade tambem.

  36. A imagem apresentada pretende demonstrar a dependência cada vez maior do homem pelos meios de comunicação.
    É uma imagem carregada de simbolismo. O homem aprisionado, e a ilusão de que está envolto de água, remete para a ideia de não existir uma “fuga possível”, paralelamente com o contraditório desejo de não largar aquilo que já possui.
    A sociedade é reflexo daquilo que vê e ouve no dia-a-dia e se, por um lado, todos temos consciência que somos controlados pelos média, por outro lado, os média são um vício que o ser humano não está disposto a abdicar, pois as vantagens que proporcionam, aparentemente, são superiores às desvantagens.
    Em suma, a maior dependência da sociedade mundial é, sem dúvida, os meios de comunicação.

    Filipe Pedroso Lito, n.º 27707

  37. Na minha opinião, e pelo que pude observar na opinião pública, todos os meios de comunicação e todos os media em exagero, podem provocar uma dependência deveras preocupante, ao ponto de criar por vezes certas doenças e muitos problemas prejudiciais na nossa saúde. Penso que de uma maneira todas estas tecnologias são benéficas se controladas, mas no que respeita à influência que exerce para uma vida sedentária é realmente um problema chocante a nível mundial.

  38. É demonstrada nesta fotografia toda uma decadencia em relação aos media e a sua influencia nas nossas vidas, o que nos leva muitas vezes a uma vida sedentária. No entanto apesar de alguns aspectos negativos, a procura de informação é uma das nossas necessidades, como Ser que vive em sociedade e que necessita diáriamente de comunicar com essa mesma sociedade. É certo que nos colocamos num patamar excluído desta, caso não acedermos aos media.
    Na minha opinião acho que no geral as pessoas ao longo do tempo vão criando filtros de toda a injecção de informação, mensagens, opiniões, imagens que vão sendo passadas pelos media e retendo o importante para a conduta das suas vidas.
    Ana Taveira, nº18117

  39. No meu parecer esta imagem reflecte mais o poder dos media no sentido da dependência que nos dá, do que propriamente nas suas capacidades de envolvimento no mundo, sendo assim posso concordar com esta imagem na medida em que cada vez mais o sedentarismo e a dependência dos media se está a apoderar de nós, tornando-nos dependentes não só de informação válida, verdadeira e instruidora, como de informação falsa e sem necessidade de passar ao mundo.

  40. Esta foto reproduz o poder dos media sobre a sociadade.
    É certo que os media têm um poder muito grande, como por exemplo, declarações de politicos e etc, se ajustam ao horario do noticiarios.
    Também é de referir que os media são importantes, mas as vezes as suas especulações falsas originão por vezes conflitos.

  41. Esta imagem ilustra o verdadeiro poder que os media exercem sobre as pessoas, e a forma como essas pessoas se deixam influenciar.
    A imagem mostra-nos um ser totalmente hipnotizado, sem vontade própria totalmente absorvido por aquela “caixinha mágica”.
    Também podemos observar que aqui a maquina somos nós, com este poder dos media ficamos absolutamente inibidos de emoções ou sentimentos, fazemos algo porque nos mandam. Vê se claramente na imagem que o individuo está a ser manipulado e persuadido em algo, a fazer algo, como por exemplo na bebida. Provavelmente nem gosta mas como o intoxicaram de informação ele bebe.
    Pode se concluir então que os media tem de facto um peso enorme nas pessoas e nas sociedades.

  42. MTS DOS PORTUGUESES PERCISO DE UM PSIQUIATRA…

  43. Esta iamgem reflete a influência que os media exercem sobre as pessoas, sendo de tal forma tão imensa, que é como se este poder fosse vital para a nossa sobrevivência. Os media influênciam de tal forma o quotidiano e a vida das pessoas, que muitas destas pessoas não coneseguem passar o seu tempo sem os media. É o caso das pessoas que vivem sozinhas, em que os media acabam por funcionar como uma “companhia” do seu dia-a-dia, condicionando assim as suas vidas. Esta foto demonstra a obsseção por parte do telespectador pelos media, de tal maneira que este leva várias bebidas para ao pé de si, de forma a não ter que se levantar mais vezes para as ir uscar, para não perder nada. Ou então, as bebidas podem ainda indicar um incentivo por parte dos media ao alcoolismo.
    Na minha opinião a foto trasmite a forma como os media podem contribuir para a nossa (sociedade) destruição, para a degradação da nossa vida, ao deixar-mos de conviver com as outras pessoas e passarmos a ser dependentes dos media e condicionar-mos a nossa vida através destes.

  44. Hoje em dia, nas nossas casas existem várias televisões, computadores ligados à internet, telefone e quase todas aa pessoas possuem telemóveis, o que nos torna dependentes dos media.Esta imagem ilustra essa dependência e a influència que os media exercem sobre nós. O homem da imagem está completamente hipnotizado pela televisão e ao mesmo tempo ligado ao computador. Para além disso, tem o telefone por perto e está preso à cadeira onde se encontra sentado, o que nos indica que está preso a uma sociedade dependente dos media. As garrafas existentes podem ainda significar que esta pessoa está tão hipnotizada pela televisão que não consegue sair de perto dela para fazer as refeições.
    Contudo, os media são uma fonte de informação e conhecimento, mas que se forem consumidos em exagero podem tornar as pessoas dependentes, tal como nos é mostrado na imagem.

  45. Todos os dias são veiculadas opiniões sobre os meios de comunicação social na actualidade. O poder que exercem e as muitas polémicas que divulgam são alguns dos temas que se vão ouvindo e lendo. Muitos estudos se fazem e a sua maioria espelha a mesma opinião: o poderoso papel de influenciador que detém sobre a sociedade.
    A imagem apresentada mostra isso mesmo, a completa ausência do ser humano perante a acção e a sua subjugação aos media. Hipnotizado em frente a uma televisão, amarrado a uma cadeira e com a “tradicional” cerveja na mão, o telefone fora do descanso e com um número infindável de fios à sua volta, o Homem mostra-se resignado. É indiscutível a importância e o relevo que os meios de comunicação foram alcançando. Ao longo do tempo, foram ganhando esse espaço, pois são eles que nos fazem chegar as notícias de todo o mundo. Contudo, também são eles que veiculam e transmitem diversos programas de entretenimento, muitos sem qualquer qualidade, mas que vão chegando aos interesses da população e esta, inerte perante tudo, deixa-se influenciar.
    A responsabilidade não é apenas das grandes cadeias de informação, de comunicação ou de entretenimento. As pessoas têm de saber escolher, de rejeitar aquilo que lhe é apresentado, de querer algo mais que passar os dias inteiros em frente a uma televisão ou a um computador. Os cidadãos, por maior ou menor formação, têm que saber distinguir a realidade da ficção, o bom do mau e não esquecer a verdadeira essência da vida: viver e comunicar com os outros, viver em comunidade e de acordo com os seus valores e não deixar-se depender da influência exercida directa ou indirectamente pelos media e as novas tecnologias. Exige-se espírito crítico por parte de quem “consome” e bom senso por parte de quem oferece, embora os ditames se centrem no aspecto económico e nas audiências.

  46. A imagem apresentada retrata o modo como cada vez mais estamos ligados às novas tecnologias e consequentemente à comunicação social.
    O facto é que a Comunicação Social influencia o nosso quotidiano e entra-nos em casa todos os dias, quase sem darmos por isso.Como podemos observar estamos dependentes dela, não para sobreviver, como representa a imagem exageradamente, mas é nela que vamos “beber” informações que influenciam o nosso modo de estar e de pensar perante a sociedade.
    O papel da Comunicação social é transmitir as informações e os factos, mas cabe-nos a nós, enquanto pessoas criticas avaliar o que é correcto e até o próprio modo como somos influenciados e manipulados.

  47. A imagem acima apresentada reflecte sobre o valor e a capacidade que os media têm na nossa vida actual, mostra a forma como estes nos manipulam e nos “obrigam” a estar cada vez mais atentos a todo o género de informações.
    Na sociedade actual encontramo-nos rodeados de todos os possíveis e impossíveis meios de comunicação, logo se a oferta é grande dificil será a escolha e como se pode ver o índividuo não sabe escolher, pois encontra-se de tal forma acorrentado à realidade ou ficção que lhe é transmitida que não consegue reagir. Deparamos, assim, com uma sociedade demasiado comodiasta sem capacidade de reacção, como se às máquinas estivesse ligada e como tal não pode questionar o que lhe dão para “comer”.

    É de salientar que todos nós temos de ser um pouco críticos com o que nos dão para consumir, como tal só se consome o que se quer e o livre arbitro não nos deixa acorrentados à realidade que nos passam os media. Somos responsáveis se alimentarmos a nossa insanidade mental ao acreditarmos em tudo o que nos dizem, como tal podemos esquecer as cervejas, acordar para a realidade e passar a encarar a vida sem previsões metereológicas, futebolisticas, patriotas,politicas ou de crise, há que correr riscos.
    Por outro lado, os media só influenciam quem é fácil de influenciar e só fazem o seu trabalho, no entanto, visto exercerem demasiado poder na sociedade deveriam ser mais comedidos e ter valores éticos para não nos depararmos com situações destas, contudo seria quase impossível encontrar um individuo deste no café da esquina, pois este individuo nem sai de casa de tão acorrentado que está aos media.

  48. Esta imagem é um pouco sinistra.. e exagerada também… Além disso pode suscitar várias ideias diferentes…Um indivíduo completamente fixado num ecrã, rodeado de tecnologia e de fios… como se estivesse…viciado ? Sim , é isso que me parece… como uma criança “vidrada” num desenho animado ou num jogo de consola…
    Cada vez mais os “media” absorvem e tomam conta do dia-a-dia e da vida das pessoas… Quantos de nós já alteramos alguma coisa ma nossa vida por algum filme, série, ou episódio de telenovela (especialmente se for o último!) que ia dar na tv??? Ou quantos de nós já nao se conseguem imaginar a viver sem telemóvel, ou sem internet? Pois… e ainda há bem poucos anos estas tecnologias nem sequer faziam parte do nosso quotidiano….Agora absorvem-nos, moldam-nos a vida e os pensamentos, escravizam-nos mesmo… ou nao?? Então se calhar a imagem nao é assim tão exagerada, é apenas um retrato figurado do que realmente se passa no nosso dia-a-dia e no da maior parte das pessoas que conhecemos…
    Cabe-nos a nós fazer um selecção crítica daquilo que vemos, daquilo que nos é “impigido” pelos media para nao nos deixarmos influenciar demasiado nem deixar que a nossa vida seja totalmente controlada por estes nem viver exclusivamente em sua função…

  49. Hoje em dia, os media são uma constante presença nas nossas vidas, seja através da televisão, rádio, jornais e, mais recentemente, através da Internet que já se tornou um espaço de referência numa sociedade moderna. Todos estes meios de informação de massas, relega ao ser humano um sentido de responsabilidade de se informar sobre a actualidade porque aqueles que deixarem de ter acesso à informação num curto espaço de tempo, estará completamente ultrapassado e quase que se pode dizer que se “perde o fio à meada”.

  50. É cada vez maior e mais sofisticada a função dos media enquanto modeladores das formas de pensar e agir. Assim sendo, o número de pessoas cujo tempo livre é preenchido pelo “consumo” dos media tem aumentado progressivamente.
    Exemplo disso é, sem duvida esta imagem cujo exagero capta de imediato a atenção de qualquer pessoa. Este homem está tão ‘vidrado’ na televisão que até parece ter levado um choque, apanhado um grande susto ou algo do género. A ligação de fios à sua volta é tanta que até o telefone o parece incomodar.
    Mas o facto de se tentar fazer tudo e muita coisa ao mesmo tempo provoca, a meu ver, imperfeição e desconcentração, ou seja, no meio de tanta diversidade a escolha é dificil e ao querer fazer tudo em simultâneo o resultado é muitas vezes desastroso.
    Como se pode ver na imagem, o homem tem um dos seus olhos com uma dimensão maior…reflectindo assim o seu esforço excessivo na tentativa de obter sucesso na realização se simples tarefas.
    Posto isto, o Homem de hoje encontra-se informatizado/maquinizado em função dos media. Eles (media) influenciam determinantemente as nossas acções, opiniões e comportamentos, fazendo-nos submeter à sua presença. Como a própria imagem mostra (o homem paralisado com um cinto de segurança): ficamos presos à sua existência.

  51. Esta imagem de Fernando Figueiredo retirada do Olhares-Fotografia Online com o título “Poder dos Media” tem como principal objectivo mostrar ao receptor (quem está a observar a imagem) o quanto as novas tecnologias tem influência no ser humano. Por isso, o certo exagero do homem preso às máquinas, como não se conseguisse libertar da informatização. No meu ponto de vista esta imagem poderá ser um alerta para aqueles que dependem em demasia dos meios informáticos, pois com o evoluir da informática, o homem passou a depender da “Da Era Digital” como algo essencial à vida e à sua sobrevivência. Um aspecto a ter em conta é o facto de o homem ter garrafas de cerveja ao seu lado, que me leva a pensar que o autor desta imagem tenta demonstrar, tal como existe pessoas dependentes do álcool, um vício, a tecnologia passou também a ser um vício, mas um vício da moda, em que para se ter um status é necessário ter um conjunto de meios tecnológicos. Também observamos a necessidade de o Homem saber os acontecimentos em tempo real, um bom exemplo é World Trade Center, e este facto só começou a ser possível com o desenvolver da informática. Em suma numa imagem podemos observar o quanto as novas tecnologias estão a tomar conta do Homem, e esta é um bom exemplo disto, por isso o título “Poder dos Media”.

  52. De forma bastante exagerada, esta imagem mostra-nos o ser Humano no dia-a-dia.Completamente “colado” aos meios de comunicação social. Vivemos rodeados de tecnologias, já nada se faz sem o recurso a estas.
    Dá-nos a entender que é quase vital para nós estarmos “ligados” ao mundo exterior, uma dependência, tal como outras, que nos sufoca e nos faz ter uma necessidade de usar os meios de comunicação, seja para entretenimento, trabalho, lazer, etc.
    O Homem da imagem remete a nossa imaginação para um quadro clínico, ligado aos fios a às maquinas, e a sua expressão facial é de tal forma exagerada que parece que já não vive se não tiver esta ligação física e emocional.
    Somos influenciados em quase todos os aspectos pelos meios de comunicação, mantemo-nos actualizados, comunicamos uns com os outros, socializamos. Mostra-nos a falta de contacto físico que existe entre seres os humanos, antes, íamos ao café, marcávamos encontros e comparecíamos fisicamente… Hoje, contactamos uns com os outros mas a nossa presença física não está, ficamos na solidão de nossas casas e de lá socializamos.. Não há encontros em cafés, as compras já se fazem pela net, os encontros são “online”…
    Enfim, estamos a tornar a nossa civilização solitária e deprimida, já não há as gargalhadas, o riso do encontro dos amigos numa esplanada.. Foram substituídos pelos “smiles” :).
    O que mais será substituído com o passar dos anos? Em que nos estamos nós a transformar??

  53. “Ligado às máquinas”. É assim que começo este comentário. Os media, feliz ou infelizmente têm este poder. Colocar um indivíduo “preso”. Este indivídio na foto está de tal maneira hipnotizado com os vários meios de comunicação, que não sei como é que ele teve tempo de ir buscar umas cervejas… talvez alguém as tenha levado…! Esta imagem é o retrato de uma das desvantagens dos vários media, ou seja, provocam isolamento, vício, fixação, enfim, se um indivíduo não for forte consigo mesmo, cai na parte negativa das tecnologias que é precisamente a manipulação.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: